Reunião da Opep é adiada para 5ª feira por falta de acordo

Reunião da Opep é adiada para 5ª feira por falta de acordo

Por EFE

Baku, 4 abr – A reunião virtual de emergência entre os parceiros da Opep+ (Opep e Rússia), inicialmente prevista para segunda-feira, será adiada para a quinta-feira devido à falta de acordo, segundo informou à Agência Efe o Ministério da Energia do Azerbaijão.

“O encontro da Opep+ foi adiado para 9 de Abril”, informou a porta-voz ministerial Zamina Alieva, ao explicar que a decisão de adiar a reunião foi tomada pelos organizadores, ou seja, a Opep.

O Azerbaijão, que também foi convidado para a reunião, tinha defendido a solidariedade entre todos os países exportadores como a única saída para a crise.

O encontro é classificado como a chave para estabilizar o mercado internacional de petróleo em meio à pandemia do novo coronavírus, com uma contração da demanda estimada em cerca de 20%, o equivalente a cerca de 20 milhões de barris por dia. Isto levou os preços aos níveis mais baixos em quase duas décadas.

Arábia Saudita e Rússia, os dois principais produtores de petróleo, juntamente com os Estados Unidos, não estão de acordo quanto à quantidade de produção que deveriam reduzir.

Neste Sábado, a Arábia Saudita tachou como “categoricamente falsas” as acusações da Rússia sobre a suposta recusa do reino em estender um acordo de corte entre a Opep e seus aliados.

“O ministro russo da Energia foi o primeiro a dizer à imprensa que todos os países participantes estavam isentos de seus compromissos a partir de 1º de Abril”, disse no Twitter o ministro saudita da Energia, Abdulaziz bin Salman al Saud.

“Isso levou à decisão dos países de aumentar sua produção para compensar os baixos preços e a perda de lucros”, acrescentou, referindo-se à fracassada reunião em Viena há um mês.

À espera de uma reunião e, portanto, de um acordo entre Rússia e Arábia Saudita sobre um corte brusco no bombeamento, os preços dos principais petróleos (Brent e WTI) subiram acentuadamente ontem, embora ainda estejam longe de onde estavam no início do ano.


ESCLARECIMENTO IMPORTANTE: O ReporteroCubano.Net não compartilha necessariamente as opiniões políticas expressas em artigos retirados de outros meios de informação. | Visite a fonte para obter mais informações

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *